Maio 13 2020

Utilizando paralelo com BPMN 2.0

Published by at 10:23 under Sem categoria

A OMG é a mantenedora da notação BPMN.

No link https://www.omg.org/spec/BPMN/2.0/PDF/ pode-se baixar toda a norma da notação.

Na página 36/37 temos:

BPMN uses the term “fork” to refer to the dividing of a path into two or more parallel paths (also known as an AND-Split). It is a place in the Process where activities can be

performed concurrently, rather than sequentially. There are two options:

• Multiple Outgoing Sequence Flows can be used (see figure top-right). This represents “uncontrolled” flow is the preferred method for most situations.

• A Parallel Gateway can be used (see figure bottom-right). This will be used rarely, usually in combination with other Gateways.

O BPMN usa o termo “bifurcação” para se referir à divisão de um caminho em dois ou mais caminhos paralelos (também conhecido como Split AND). É um lugar no processo em que as atividades podem ser executadas simultaneamente, em vez de sequencialmente. Existem duas opções:

• Podem ser usados vários fluxos de sequência de saída (veja a figura no canto superior direito). Isso representa que o fluxo “não controlado” é o método preferido para a maioria das situações.

• Um gateway paralelo pode ser usado (veja a figura no canto inferior direito). Isso será usado raramente, geralmente em combinação com outros Gateways.

BPMN uses the term “join” to refer to the combining of two or more parallel paths into one path (also known as an AND-Join or synchronization). A Parallel Gateway is used to show the joining of multiple Sequence Flows.

O BPMN usa o termo “junção” para se referir à combinação de dois ou mais caminhos paralelos em um caminho (também conhecido como junção AND ou sincronização). Um gateway paralelo é usado para mostrar a junção de vários fluxos de sequência.

Na página 293/294 temos:

10.5.4 Parallel Gateway

A Parallel Gateway is used to synchronize (combine) parallel flows and to create parallel flows.

 The Parallel Gateway MUST use a marker that is in the shape of a plus sign and is placed within the Gateway

 diamond (see Figure 10.110) to distinguish it from other Gateways.

10.5.4 Gateway paralelo

Um Gateway Paralelo é usado para sincronizar (combinar) fluxos paralelos e criar fluxos paralelos.

  O Gateway Paralelo DEVE usar um marcador na forma de um sinal de adição e colocado dentro do Gateway

  diamante (veja a Figura 10.110) para distingui-lo de outros Gateways.

Figure 10.110 – An example using an Parallel Gateway Parallel Gateways are used for synchronizing parallel flow (see Figure 10.111)

Figura 10.110 – Um exemplo usando um Parallel Gateway Parallel Gateways é usado para sincronizar o fluxo paralelo (consulte a Figura 10.111)

Figure 10.111 – An example of a synchronizing Parallel Gateway A Parallel Gateway creates parallel paths without checking any conditions; each outgoing Sequence Flow receives a token upon execution of this Gateway. For incoming flows, the Parallel Gateway will wait for all incoming flows before triggering the flow through its outgoing Sequence Flows.execution of this Gateway. For incoming flows, the Parallel Gateway will wait for all incoming flows before triggering the flow through its outgoing Sequence Flows.

The Parallel Gateway element inherits the attributes and model associations of Gateway (see Table 8.46), but adds no additional attributes or model associations.

Figura 10.111 – Um exemplo de gateway paralelo sincronizado Um gateway paralelo cria caminhos paralelos sem verificar nenhuma condição; cada fluxo de sequência de saída recebe um token na execução deste gateway. Para fluxos de entrada, o Parallel Gateway aguardará todos os fluxos de entrada antes de acionar o fluxo através da execução de fluxos de sequência de saída deste Gateway. Para fluxos de entrada, o Parallel Gateway aguardará todos os fluxos de entrada antes de acionar o fluxo através de seus fluxos de sequência de saída.

O elemento Parallel Gateway herda os atributos e as associações de modelos do Gateway (consulte a Tabela 8.46), mas não adiciona atributos ou associações de modelos adicionais.

Conforme a página 362 ele pode ser fechado com um Gateway Complexo quando usado em colaboração com outro processos conforme imagem abaixo.

Na página 426 temos:

‹ A Process instance is completed, if and only if the following three conditions hold: ‹ If the instance was created through an instantiating Parallel Gateway, then all subsequent Events (of that Gateway) MUST have occurred. ‹ There is no token remaining within the Process instance. ‹ No Activity of the Process is still active.

‹Uma instância do Processo é concluída, se e somente se as três condições a seguir forem válidas:

‹Se a instância foi criada através de um Parallel Gateway instanciador, todos os Eventos subsequentes (desse

Gateway) DEVE ter ocorrido.

‹Não há nenhum token restante na instância do Processo.

‹Nenhuma atividade do processo ainda está ativa.

No responses yet

Trackback URI | Comments RSS

Leave a Reply